segunda-feira, 27 de maio de 2013

Todos


Nossos companheiros expedicionários... Esquecê-los? Jamais!


"Não vês que somos viajantes?
E tu me perguntas:
Que é viajar?
Eu respondo com uma palavra: é avançar!
Experimentais isto em ti
Que nunca te satisfaças com aquilo que és
Para que sejas um dia aquilo que ainda não és.
Avança sempre! Não fiques parado no caminho."

          Santo Agostinho



Por: Izabel Pariz

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Quanto custa?

Uma das perguntas que mais nos fazem é aquela clássica: afinal, "quanto custou"?

Bom, vamos lá então: não vou colocar um valor X, mas vou colocar uma média de quanto gastaríamos e quanto realmente gastamos por dia no final das contas.

Inicialmente, pelos planos mais antigos, pretendíamos ficar fora durante uns 30 dias pelo menos. Mas ao fazermos todo o planejamento da rota, vimos que seria melhor calcularmos tudo para 36 dias (como descrito no adesivo: dia 26/12 a 30/01. Acabamos ficando 37, somando o dia em que saímos da cidade até o da chegada. Planejar é importantíssimo, alterações são previsíveis e conseguimos atingir o que foi previsto, somando apenas um dia a mais que ficamos em Foz do Iguaçu.

Planejamos durante os 36 dias gastar até 400 reais por dia. Se ultrapassássemos os 400, compensávamos depois economizando mais. Bom, nessa brincadeira toda, do valor de até 400 reais multiplicados por 36 (dias), gastamos uns 5% a mais. E isso porque na verdade, acabamos comprando souvenirs para nós mesmos, família e amigos, roupas e outras coisas mais.

Vale a pena o gasto? Vale mais do que você pensa. "Encher a bagagem" da vida não tem preço!


Hailton apreciando o Glaciar Perito Moreno



Por: Izabel Pariz